filtros
tema
autor
Diagramas de fases
Gustavo Estevam Gimenes

A simulação contempla três tipos de ‘Diagramas de Fases de Equilíbrio’ binários: isomorfo (sistema níquel - cobre), eutético (sistema chumbo - estanho) e o diagrama do sistema ferro - cementita que possui uma transformação eutetóide. Para cada ponto do diagrama definido pelo usuário, a simulação apresenta os parâmetros característicos, bem como, representações qualitativas das microestruturas correspondentes.

Inclui tutoriais para os três casos.

Regra da alavanca
Gabriel Negrelli Garcia

Considerando as regiões bifásicas do ‘Diagrama de Fases de Equilíbrio’ do sistema binário chumbo - estanho, a animação descreve o funcionamento da “Regra da alavanca”. Para cada temperatura e composição definidas pelo usuário, a animação leva à determinação das frações mássicas das fases presentes na liga.

Simulação: comportamento de PZT's sofrendo efeito piezoelétrico direto ou inverso
Rafael Augusto Theodoro Pereira de Souza Nahat

A animação possui dois modos de operação denominados "Macro" e "Micro".

No modo “Macro", simula o comportamento de um cubo de PZT (Titanato-Zirconato de Chumbo) sofrendo efeito piezoelétrico direto ou inverso.

No modo "Micro", apresenta um modelo simplificado de uma célula unitária de PZT visando explicar o comportamento apresentado no modo “Macro".

Uma breve introdução teórica ao tema é incluída.

O usuário interage com a animação por meio de controles, para entrar com dados para as simulações, e por meio de sensores, para receber das simulações as respostas do material.

Magnetismo dos materiais
Gustavo Estevam Gimenes

Aborda materiais diamagnéticos, paramagnéticos e ferromagnéticos.

O usuário seleciona o tipo de material, sua temperatura e especifica a magnitude e a direção do campo magnético aplicado. A animação responde apresentando as correspondentes configurações bidimensionais de dipolos magnéticos atômicos.

Explicações básicas são apresentadas na animação.

Efeito fotoelétrico
Giovanni Garaldi Biasi

A animação apresenta um "laboratório virtual" para o estudo do ‘Efeito Fotoelétrico’. O usuário especifica os parâmetros de controle e a animação ilustra as características do processo.

Inclui tutorial.

Contextualização: O Efeito Fotoelétrico consiste na emissão de elétrons, a partir da superfície de um material sólido, induzida pela incidência de radiação eletromagnética luminosa. O efeito fotoelétrico levou à concepção da quantização das ondas eletromagnéticas e rendeu o Prêmio Nobel de Física de 1921 a Albert Einstein.
Reações nucleares
Marcelo Faraco Schwed

Ilustra reações nucleares de fusão e fissão de núcleos atômicos, bem como o mecanismo de reação em cadeia atuante nas reações.

Diagrama TTT
Luana Ianara Rubini Ruiz

Para o caso de um aço com composição eutetóide (99,14%p Fe + 0,76%p C), a animação ilustra a construção do ‘Diagrama de Transformação Isotérmica Tempo-Temperatura (Diagrama TTT)’, a partir de ‘Curvas da Cinética de Transformação Isotérmica’ da austenita para a perlita.

Discordância em cunha
Gustavo Sandalo Jacomini

Permite ao usuário controlar o ângulo de observação espacial de uma discordância em cunha. A discordância é representada em escala atômica, de acordo com o modelo de esferas rígidas. Condições estáticas e dinâmicas são ilustradas.

Estruturas cristalinas II
Marcelo Faraco Schwed

Em cristalografia descreve-se as estruturas cristalinas dos sólidos por meio de arranjos espaciais periódicos e homogêneos de átomos, íons ou moléculas.

Emulando modelos tridimensionais, acompanhados de breves explicações teóricas, esta animação ilustra fundamentos básicos necessários para a descrição e compreensão das estruturas cristalinas.

Estruturas cristalinas
Rafael Augusto Theodoro Pereira de Souza Nahat

A animação possui dois modos de operação denominados ”Miller" e "Células".

O modo "Miller", permite:
(1) vizualizar modelos gráficos tridimensionais interativos das células unitárias representativas das quatorze redes de Bravais (pode-se variar o ângulo de visualização e o tamanho das células unitárias, bem como, independentemente, o tamanho e a opacidade dos átomos que compõem as células unitárias das estruturas metálicas correspondentes);
(2) para qualquer uma das redes de Bravais, ilustra na célula unitária direções e planos cristalográficos de acordo com seus índices de Miller.

O modo “Células" permite para as estruturas cristalinas cúbica de corpo centrado, cúbica de faces centradas e hexagonal compacta:
(1) vizualizar as redes de Bravais (com número de átomos, tamanho e opacidade dos mesmos, definido pelo usuário);
(2) especificar sistemas de escorregamento para deformações plásticas e visualizar o processo, quando este é possível.

Diodos e transistores de junção bipolar
Luana Ianara Rubini Ruiz

O tutorial animado fornece uma introdução ao estudo dos diodos e transistores de junção bipolar. Aborda, desde a influência do comportamento subatômico (elétrons livres e lacunas eletrônicas) no seu funcionamento, até alguns aspectos básicos de sua operação em circuitos eletrônicos simples.

Curvas de magnetização inicial e de histerese
Gustavo Estevam Gimenes

Considerando o caso de materiais ferromagnéticos e campos magnéticos unidimensionais, a animação permite ao usuário:
(1) aplicar um campo magnético crescente sobre um material inicialmente desmagnetizado e observar simultaneamente a evolução da ‘curva de Indução Magnética em função do Campo Magnético’ e de uma representação de sua ‘estrutura de domínios’;
(2) visualizar ciclos de histerese de materiais magnéticos (modos manual e automático).

Apresenta explicações básicas dos comportamentos ilustrados.

Comportamento viscoelástico
Gustavo Estevam Gimenes

Simula o comportamento viscoelástico de sólidos com base nos modelos de Maxwell (sistema mola-amortecedor em série; relaxação de tensão) e de Voigt-Kelvin (sistema mola-amortecedor em paralelo; fenômeno de fluência).

O usuário define a temperatura e as condições mecânicas iniciais do sistema e a animação ilustra, qualitativamente, o comportamento isotérmico do sistema até que atinja as condições de equilíbrio mecânico.

Polimerização: cadeia
Gustavo Sandalo Jacomini

Ilustração dos três estágios básicos do processo de síntese de uma molécula polimérica, quando governado por reações em cadeia.

São apresentados os casos do polietileno, teflon, PVC, polipropileno e acrílico.

Polimerização: etapas
Gustavo Sandalo Jacomini

Ilustração do processo de síntese de uma molécula polimérica de nylon, quando governado pela “polimerização por etapas”.

Análise térmica
Weslley Morellato Bueno

A animação é constituída de duas partes denominadas “Análise Térmica” e “Diagramas”.

Em Análise Térmica, exemplifica o processo de construção de um Diagram de Fases de Equilíbrio, a partir de curvas de resfriamento de uma liga binária isomorfa A-B.

Em Diagramas, apresenta o diagrama de fases de equilíbrio do sistema isomorfo A-B. Para cada ponto do diagrama especificado pelo usuário, a animação fornece dados e microestruturas característicos do estado da liga.

Diagramas de Pourbaix
Jacqueline Cobiak Correia

Apresenta os Diagramas de Pourbaix da água, do zinco e do ferro.

O usuário seleciona um ponto qualquer do diagrama e a animação apresenta informações sobre o estado eletroquímico do sistema. Em particular, ao longo das linhas sólidas são fornecidas as correspondentes reações de equilíbrio.

Contextualização: Diagramas de Pourbaix consideram estados de equilíbrio eletroquímico de sistemas metal-eletrólito, constituindo-se em gráficos do 'potencial de eletrodo' em função do 'pH do eletrólito'. São úteis para o estudo de processos de corrosão de metais em meios aquosos.
Circuito de Burgers
Jacqueline Cobiak Correia

Ilustra o procedimento de utilização do Circuito de Burgers para a determinação da magnitude e direção do Vetor de Burgers para o caso de uma discordância em cunha.

O usuário especifica o circuito e, caso exista, a animação apresenta um segmento de reta representativo do vetor de Burgers. Note que o procedimento não permite determinar o sentido do vetor.

Distância de ligação
Gustavo Sandalo Jacomini

Considera um sistema composto por dois átomos isolados, que interagem entre si por meio de um potencial do tipo Lennard-Jones. Ilustra, de forma qualitativa, o comportamento da energia potencial e da força atuantes no sistema como função da distância entre os átomos.

ciência animada - todos os direitos reservados © 2020